Familia: quem ama não descuida

Livro de J. Alves
Hoje a deterioração da vida a dois é rápida. Já não há muitos casais que têm  a ventura de uma convivência amorosa por toda a vida. Dos que chegam à velhice "juntos", muitos terminam suas vidas não raro em uma solidão a dois. Po que o caminho do afeto no coração de cada um torna-se, com o tempo, tortuoso, triste e amargurado? É preciso cada dia inventar uma história de amar e de bem-querer. Todo o tempo é tempo de reaprender a afeição.


[...] Sá Justina sentiu o vento morno soprando suas pernas e puxando as barras de seu vestido... tentando devolver a ela a loucura de uma amor que não mede conseqüências e se arrisca pelo amado. Só mesmo um noivado, um enamoramento permanente, um romantismo eterno, uma cumplicidade sem tamanho, uma paixão de eternos amantes, poderia incendiar 20, 30, 40, 50, 60 anos que fosse de rotina a dois.

Parece que não era o caso de Sá Justina e de Sô Fortunato que, no corre-corre da vida, esqueceram de amar um ao outro, preocupados que estavam com os filhos, com o trabalho. Descuidaram, porque o amor do casal é como um fogo que só inflama, arde e se atiça a custa de afetos, de ternura, de respeito, cumplicidade a dois. Esse talvez seja a única regra de amar-se e sentir-se amado...

Sá Justina olhou mais uma vez as nuvens escuras...

 É, vai chover forte... Não fica bem pra uma mulher, uma se-nhora idosa, como eu vagar noite adentro nesses ermos... e no escuro. O que as pessoas vão dizer de mim? E é muito perigoso! E certamente me tomariam como uma assombração. O jeito é esperar até que amanheça!... Uma noite passa rápido... Depois ninguém morre na véspera...

Relampejava muito e cada vez mais forte lá pros lados da ser-ra... e a luz dos relâmpagos cortavam a escuridão com facadas intermitentes... Os cabritos de luz pulando nas nuvens e o boi com seus chifres luzente riscando a capoeira celeste... Sá Justina até sentiu pena do marido e teve a caridade de buscar uma coberta de trapos e um plástico para jogar sobre ele. [...]





Ano de publcação:
2003
Editora:
Edições Loyola
Edição:
1
Opções de compra:
ISBN:
85-15-02730-5
Número de páginas:
56
Categoria:
Romance
Comentários (0)>>Clique aqui para comentar
Seja o primeiro a comentar.
Bornal das Letras - Portal do escritor J. Alves

© Copyright - www.bornaldasletras.com.br - Todos os direitos reservados.