Santo do dia

22 de Fevereiro - Cátedra de S. Pedro, Apóstolo

séc. I – apóstolo, primeiro papa – patrono dos porteiros – “Pedro” quer dizer “Pedra”, “Rocha”

"Cátedra" significa "cadeira", assento de honra, usado por quem tem autoridade. Cá¬tedra é, portanto, o símbolo da autoridade e do magistério do bispo. Daí a origem do nome "catedral", igreja-mãe, sede permanente do pastor. Ao celebrar a Cátedra de S. Pe¬dro, a Igreja reconhece em Pedro seu guia e líder supremo, o símbolo da unidade entre os cristãos. Na Basílica de S. Pedro, em Roma, existe uma cadeira de bronze escuro, ornada de ouro. É a "cátedra de Pedro". Foi esculpida por Lourenço Bernini, a pedido de Alexandre VII, em 1663. Encerra em si a antiga cátedra, de madeira e incrustada de marfim que, se¬gundo a tradição, teria sido usada por Pedro, o primeiro papa. São Pedro é invocado com a seguinte oração:

Gloriosímo S. Pedro, creio que vós sois uma importante coluna da Igreja, o pastor universal de todos os fiéis, o depositário das chaves do céu, o verdadeiro vigário de Jesus Cristo. Uma graça vos peço com toda a minha alma: guardai-me sempre unido a vós e fazei que antes me seja arrancado do peito o coração do que o amor e o respeito a vossos sucessores: todos os chamados ao Apostolado Ministerial. Que eu viva e morra como filho vosso e filho da santa Igreja católica e apostólica. Amém.

TESTEMUNHAS DE NOSSO TEMPO

Lavradores mártires de Iquicha, em 1990, no Peru.

PRECE

DO PASTOR DA IGREJA

"Pescador de homens te faço!"
Ouviste, ó Pedro, de Deus:
Redes e remos deixando,
ganhaste as chaves dos céus.

Negando Cristo três vezes,
três vezes clamas amor;
então, de todo o rebanho,
tornas-te mestre e pastor.
Ó Pedro, és pedra da Igreja,
que sobre ti se constrói,
que vence as forças do inferno,
e quais grãos de Cristo nos mói.

Quando no mar afundavas,
o Salvador deu-te as mãos:
com as palavras da vida
confirma agora os irmãos.
Pés para o alto apontando,
foste pregado na cruz:
cajado que une o rebanho,
barca que a todos conduz.

Ao Cristo rei demos glória,
rendamos nosso louvor;
voltando à terra, ele encontre
um só rebanho e pastor"
(Liturgia das Horas)



Bornal das Letras - Portal do escritor J. Alves

© Copyright - www.bornaldasletras.com.br - Todos os direitos reservados.