Santo do dia

24 de Março - S. Diogo José de Cádis

S. Diogo José de Cádis
séc. XVIII – capuchinho e pregador itinerante - “Diogo” quer dizer “aquele que é instruído”.

Natural da Espanha, Diogo é considerado um dos grandes missio¬nários do povo espanhol da época. Capuchinho, por 30 anos percorreu toda a Espanha, passando por Portugal e Roma. Andava sempre a pé, coberto de um tecido de cilício. Sua pregação reunia grandes multidões, que a ele acorria para ouvi-lo, desde príncipes a pessoas humildes. Deixou várias obras escritas focalizando temas homiléticos, ascéticos e espirituais. Foi, porém, incompreendido e perseguido pela Inquisi¬ção, em conseqüência de que veio a morrer, em 1801.

TESTEMUNHAS DE NOSSO TEMPO

Oscar Arnuf Romero * Arcebispo de San Salvador, assassinado em 1990, em El Salvador, por denunciar os pecados pessoais e sociais de seu país. Tombou enquanto celebrava a eucaristia num hospital de câncer em El Salvador. Tornou-se o símbolo da luta pela libertação de toda a América Latina.

PRECE

DA FÉ EM JESUS

Deus, nosso Pai, cremos em Jesus, vosso Filho, que julgará os povos com eqüidade e justiça. Cremos no Espírito Santo, nosso Consolador, por ele temos a misericórdia, a compaixão e o perdão de nossos pecados. Cremos que vosso Filho, Jesus, veio salvar e não condenar. Não veio quebrar a cana rachada, nem apagar a mecha que ainda fumega, pois seu amor dura para sempre (cf. Mt 12,20s). Cremos em Jesus, vosso Filho, que fez e continua fazendo os cegos recobrarem a vista, os presos alcançarem a liberdade e os que estão amarrados obterem o livramento, pois seu amor dura para sempre. Cremos em Jesus, vosso Filho, que para vós contianuamente nos atraís em seu Espírito e ao nos atrair eleva nossa humana natureza, pois seu amor dura para sempre.



Bornal das Letras - Portal do escritor J. Alves

© Copyright - www.bornaldasletras.com.br - Todos os direitos reservados.